quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

UMA PARTE DA MINHA HISTÓRIA - 12/2011.

Sou a Nara e hoje tenho 36 anos. Vou contar uma parte da minha história.

Aos 16 anos (1991), comecei a ter problemas de circulação na perna esquerda, numa tarde estava caminhando e senti a perna pesada (inchada), desde então foi uma batalha, os médicos faziam exames e sempre diziam que era trombose venosa, consultei com vários especialistas em vários hospitais, e sempre o mesmo laudo, não tinha solução, teria que conviver pro resto da vida assim, era crônico o problema (sempre fui revoltada com a frase TEU PROBLEMA É CRÔNICO).

A perna estava sempre inchada e em abril de 2009 tive erisipela (bactéria que causa infecção), também na perna esquerda. Fiquei internada 7 dias no hospital aplicando antibiótico direto na veia, pois estava com início de infecção generalizada, a partir daí tudo piorou a perna ficou muito, mas muito mais inchada, não consegui usar mais calças jeans, sandálias, inverno e verão usando sempre calças bem largas (tinha vergonha de usar bermudas), chinelo e ou tênis largos, pois nenhum outro tipo servia.

Por alguns anos eu questionava a Deus por que Ele não me curava, pois participava das reuniões, mas não tinha resultado, até que um dia perguntei pra Deus através de Jesus Cristo o que estava faltando para acontecer o milagre em minha vida, e a resposta veio, Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Mateus 6:33. Então entendi onde estava o problema, pois sempre fui à igreja buscar as bênçãos e não o abençoador. Comecei então a orar, falar com Deus, perguntei o que eu tinha que fazer para agradá-lo? Confessei que no íntimo não queria fazer, mas pela fé pedi para aprender a viver conforme a vontade Dele, e foi no Jejum de Daniel - agosto 2011 (realizado na Igreja Universal do Reino de Deus), que me entreguei, não busquei mais as bênçãos, tudo que buscava deixei de lado, coloquei aos pés de Jesus todos os meus sonhos, desejos, tristezas, ansiedades, mágoas, angústias, disse pra Ele que tudo o que eu tinha para oferecê-lo era um coração podre, reconheci que não sou nada sem Ele e que necessitava da Sua presença, do Seu Espírito, da Sua direção para viver.

Foi então que no dia 06/08/2011 (sexto dia do Jejum de Daniel), tive um encontro com Deus, foi maravilhoso, o dia mais lindo, recebi paz, a alegria do Espírito Santo.

A partir desse dia tudo mudou, eu que por qualquer coisa ficava irritada, nervosa, agora tinha domínio próprio, os pensamentos negativos são bloqueados, depois de 20 anos buscando a solução para o problema da perna, agora no dia 21/09/2011 (tenho exames para comprovar), apareceu onde estava o problema, é uma doença rara (síndrome de Cockett), fui encaminhada para mais um especialista, e o mesmo disse que não poderia fazer nada, pois não ia adiantar, comentou que não era para deixar ninguém mexer na veia que iria piorar. Fiquei tão revoltada, quando saí do consultório falei com Deus e disse a Ele que não aceitava aquela situação, estava cansada de ouvir coisas do tipo: “onde está o teu Deus que não te cura”, então disse pra Deus que eu não queria ser curada para usar jeans, sandálias, ficar com a aparência melhor, mas para ser referencia Dele, mostrar que Jesus cura, para que acima de tudo almas sejam ganhas pra Ele. Então consultei com o médico que já estava me tratando e ele concordou em fazer o procedimento, cateterismo e colocação de um stent (mola), onde estava bloqueado. Fiz o procedimento agora no dia 30/11/2011 no hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre /RS, foi um sucesso.

Deus deu a direção certa para localizar onde estava o problema e colocou em meu caminho um médico que aceitou a fazer o procedimento (mesmo ele não acreditando que teria um bom retorno), eu falei ao médico que queria fazer mesmo assim, pois mesmo que não resolvesse poderia ajudar, mas eu sábia no íntimo que seria um sucesso, pois Deus já havia confirmado isso através do Espírito Santo.

Após o procedimento o médico ficou surpreso, disse que não esperava ter um resultado tão positivo, ficou muito feliz, comentou que para a medicina era algo maravilhoso o antes e o depois.

Primeiro foi resolvido o problema espiritual e agora a parte física, eu não sabia como ia acontecer, mas tinha certeza que ficaria curada.

Antes do procedimento perguntavam para mim se eu estava nervosa e eu disse que não, comentaram como eu era calma. Estava calma porque quando Deus nos dá uma direção não tem como dar errado. O resultado está visível a cada dia que passa a perna está desinchando e ficando mais parecida com a perna direita.

Depois que tive um encontro com Deus não tive mais ansiedade, resolvo os problemas com base na Fé, pois com Jesus até o que era para dar errado dá certo.

Muitos acham que foi o médico quem me curou, mas eu sei que por traz de tudo tem a OBRA do próprio Deus, que escolheu um médico para me ajudar, pois através da Fé Ele me abençoou.

Um exemplo de doença que nenhum médico consegue resolver é a depressão, a pessoa fica dependente de remédios e não resolve, mas Jesus cura, basta à pessoa entregar a vida pra Ele, falar todos os seus problemas, sentimentos, pedir pra Ele (Jesus) ajudar, dar a direção, transformar todo o seu interior, mostrar onde estão os seus erros e também pedir perdão para Deus através do nome do Sr. Jesus Cristo por todos os pecados.

Os médicos são de Deus também, mas tem coisas que só Deus resolve através do nome de Jesus Cristo (pois foi Ele quem deu a vida por nós), disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6.

Com Jesus a vitória é certa, mais cedo ou mais tarde acontece.

Esse é meu testemunho do Jejum de Daniel - agosto/2011. Até o próximo.

Abraços a todos. Nara Regina de Oliveira Rief – Canoas /RS

Convido a todos a participar do Jejum de Daniel que está sendo realizado entre os dias 11/12/2011 à 31/12/2011 em qualquer cenáculo do Espírito Santo (Igreja Universal do Reino de Deus).

Quem coloca limites em Deus, é o próprio ser humano.

Fé não se discute, mas se vive.

www.iurdtv.com

www.arcauniversal.com

http://kenshalom.blogspot.com

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Eu sei, mas É DIFÍCIL!






video


http://www.bprenatocardoso.com/





A PRESENÇA QUE INCOMODA





Uma maneira certeira de se sentir pequeno ou com inveja é estar na presença de alguém com a visão maior que a sua. "Olha só, quem ela pensa que é?"




Mas na verdade, você não precisa se sentir assim. Você pode escolher entre ficar com raiva da pessoa, achá-la presunçosa, procurar algo para criticar nela - ou então se dar conta de que está na presença de alguém que tem algo bom a compartilhar, que é digna de ser imitada, e aprender com ela. Quem sabe a sua própria visão aumente também?




Como você reage na presença de alguém assim?




Considere a alternativa: Manter-se na companhia de quem tem visão menor ou igual a sua. Quer dizer, nenhum incentivo a melhorar.






terça-feira, 20 de setembro de 2011

Erros Cometidos no Início do Casamento

video

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Como receber o Espírito Santo

1º passo: Consciência

Estar consciente de que ninguém é batizado com o Espírito Santo porque merece. Se achar que tem méritos, não vai receber nunca. Esse batismo deve ser buscado com todas as forças e de todo o coração, por meio da fé no Senhor Jesus Cristo.


2º passo: Querer

Esse querer não é simples vontade ou boa ideia, nem porque outros O têm. Mas, por ser tão necessário quanto a salvação. É um querer semelhante ao perdão dos pecados. É um querer ardente, acima de qualquer outro sonho ou desejo do coração. Mais do que viver, casar, conquistar mundos e fundos, enfim, mais do que tudo o que as pessoas ou esse mundo podem oferecer. Por isso, o Senhor impõe a condição de sede. É preciso ter sede. Muita sede. Desesperadora sede. Se alguém tem sede… (João 7.37) Se não houver garra no querer, fica difícil.


3º passo: Pensamento

O querer precisa ser seguido pelo pensamento ocupado na Pessoa do Espírito Santo. O pensamento contínuo nEle deve ser tanto em casa, no trabalho, na rua, na igreja ou em qualquer lugar. Tanto quanto puder. É como o namoro. Quando se está amando, a pessoa vira e mexe sempre acaba pensando na pessoa amada, não é? O mesmo deve ocorrer com o candidato ao Selo Divino. O importante é manter a mente focada nEle. Não é preciso dizer que, nessa fase, o candidato deve procurar ao máximo se isolar de tudo nocivo à boa consciência. Evitar más companhias ou de pessoas contrárias à fé, distrações vulgares e tudo o mais que interrompa o relacionamento com o Espírito. É difícil, mas não é impossível. A fé exige sacrifícios. Se na conquista dos bens materiais não se mede sacrifícios, quanto mais na conquista espiritual. Imagine a plenitude do Espírito Santo!


Portanto, tem de haver o esforço sobrenatural.


Conclusão:

Quando essas condições são satisfeitas, o candidato não precisa fazer mais nada, muito menos se preocupar. É só esperar. A qualquer momento e em qualquer lugar Ele pode ser batizado. Em casa, no trabalho, na rua, na igreja, enfim, não há mais empecilho para que o Senhor Jesus venha a batizá-lo com Seu Espírito.


Observação:


Durante o tempo de “ocupação da mente” com a Pessoa do Espírito Santo, é provável que o diabo sopre pensamentos sujos. Caso isso aconteça, saiba que isso é um excelente sinal de que você está no caminho certo. Não desanime. Não se preocupe. E nem pense que está pecando contra Ele. Tentação não é pecado. Pecado é cair em tentação. Pecado imperdoável é ofender ou proferir palavras contra o Espírito Santo.


Quando vierem pensamentos sujos, não tenha medo e nem se acovarde. Aproveite o momento e resista ao diabo louvando ao Senhor Jesus. Seja com cânticos, seja com palavras de adoração (num tom alto ou baixo, depende de sua privacidade). O importante é não temer ou se intimidar diante dos pensamentos sujos. Tem que reagir! E reagir com louvores a Deus.


Bispo Edir Macedo

quinta-feira, 24 de março de 2011

CARRINHOS DO EDIR MACEDO

O que é a Terapia do Amor?

Terapia do amor

Muitas são as pessoas que não conseguem lidar com seus relacionamentos amorosos. Problemas de todo tipo como orgulho, mágoas, infidelidade, indiferença, desprezo e falta de diálogo são apenas alguns dos dramas que inúmeros homens e mulheres vivem. E é justamente por não saberem lidar emocionalmente com a situação, que ocorrem casos de depressão, suicídio ou até crimes passionais.

Diante disto, a Igreja Universal criou uma reunião voltada exclusivamente para a vida sentimental, que tem por objetivo evitar que casos desastrosos aconteçam nas famílias, como a destruição de lares causada por brigas, separações e até tragédias.

O tratamento sentimental realizado na “Terapia do Amor” é dedicado a qualquer pessoa que esteja passando por uma situação de desespero nessa área, seja pelo fim do casamento, namoro, noivado, traição ou rejeição por parte da pessoa amada, ou até mesmo para quem deseja buscar, em Deus, a orientação para encontrar seu (sua) parceiro (a) para a vida toda.

Nesta reunião as pessoas aprendem a lidar com seus problemas de uma forma inteligente, não permitindo que entrem dúvidas quanto à possibilidade de ser feliz no amor, já que isso irá depender da determinação de cada um.

A Terapia do Amor acontece todos os sábados em todas as Catedrais da IURD pelo Brasil.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Agnus Dei - The Passion - The Lamb of God

Agnus Dei - Michael W Smith

 
©2009 Elke di Barros Por Templates e Acessorios